Literacia para a Saúde: a voz da comunidade

Literacia para a Saúde: a voz da comunidade na Rede BIBLIOSUS

O Grupo Interinstitucional de Pesquisa LEIA: Leitura, Informação e Acessibilidade, proponente deste Projeto, é constituído por professores e pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Caracteriza- se como um grupo de pesquisa interdisciplinar e transdisciplinar com objetivo de realizar estudos, projetos, pesquisa, produção e publicação científica no âmbito da Biblioteconomia, Ciência da Informação, Educação, Acessibilidade, Administração, Informática na Educação, Saúde, entre outras. Seus membros atuam com enfoque na indissociabilidade entre Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação abrangendo as temáticas sobre informação, acessibilidade, comunicação, conhecimento, leitura, literacia, gestão, inclusão, bibliodiversidade e saúde.

No âmbito da Pesquisa, em 2005, teve início o Projeto de Pesquisa Cor@gem: inclusão social e digital de crianças e adolescentes com Fibrose Cística no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) – RS ainda em execução. Em 2010 foi criado o Projeto “Acessibilidade e inclusão de adolescentes com fibrose cística no uso das tecnologias de informação e de comunicação e na criação de game”, uma parceria da UFRGS, IFRS-Campus Porto Alegre e HCPA-RS para tornar acessível ao paciente hospitalizado, e em isolamento, o uso das Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC) e a possibilidade de inserção nas redes sociais.

A indissociabilidade entre a Pesquisa e a Extensão se efetiva na trajetória de 12 anos de atividades do Grupo LEIA. Dentre estas, destaca-se o Projeto de Extensão CAPAGIIC – Saúde que se caracteriza como uma ação de capacitação direcionada aos trabalhadores do Ministério da Saúde do Brasil e profissionais vinculados às bibliotecas que compõem a Rede BiblioSUS, apresentando como um dos produtos, a Pesquisa.

O contexto da Sociedade da Informação e, mais atualmente, do Conhecimento e da Aprendizagem, apresenta a importância e a necessidade da busca, do acesso e do uso da informação em redes mediadas por pessoas e pelas tecnologias.

A Rede de Bibliotecas e Unidades de Informação Cooperantes da Saúde (Rede BiblioSUS) – Brasil objetiva ampliar e democratizar o acesso e o uso da informação em saúde, no atendimento à comunidade em nível federal, estadual e municipal do Sistema Único de Saúde (SUS).
Constituem os objetivos específicos da Rede BiblioSUS, os seguintes:

• fomentar o debate, a interação, a pesquisa e a promoção da saúde;
• ampliar a representatividade da literatura gerada pelas entidades públicas no conjunto das fontes sistematizadas de informação em saúde;
• resgatar a memória institucional de interesse do SUS, de forma que todos os integrantes possam acessar, compartilhar e difundir informações pertinentes à saúde; e
• promover o acesso livre e democrático às fontes de informação em saúde, por meio de serviços e pesquisas em bases de dados nacionais e internacionais. (BIBLIOSUS, 2015).

Dentre os objetivos, é possível destacar “promover o acesso livre e democrático às fontes de informação em saúde, por meio de serviços e pesquisas em bases de dados nacionais e internacionais”, no entanto, para a consecução desse objetivo é primordial que a Rede tenha como norteador, neste atendimento, identificar as necessidades de busca de informação em saúde, relacionadas à doença e à qualidade de vida, das pessoas das comunidades que utilizam e/ou frequentam as Bibliotecas que compõem a Rede.

A inexistência de Pesquisa no âmbito das necessidades da comunidade na procura de informação em saúde, o desconhecimento do nível dos cidadãos em relação à literacia para a saúde e a falta de estudos de públicos e comunidades nas necessidades de informação no contexto das bibliotecas da Rede possibilita o atendimento parcial às necessidades e expectativas da comunidade para a promoção da saúde.

A partir deste prognóstico, e da trajetória de atuação do Grupo LEIA, a realização do Curso de Aperfeiçoamento em Gestão, Informação, Inovação e Conhecimento em Saúde- CAPAGIIC Saúde se efetiva na indissociabilidade entre a Pesquisa e a Extensão.

O CAPAGIIC Saúde configura-se como uma ação de capacitação direcionada a trabalhadores do Ministério da Saúde e profissionais que atuam nas bibliotecas que compõem da Rede BiblioSUS. O Curso está organizado em três módulos (Gestão Pública, Informação e Conhecimento em Saúde; Informação, Tecnologias e Inovação e Serviço de Referência e Informação Virtual em Saúde), totalizando 750 horas, com conteúdos relacionados à gestão da informação, conhecimento e inovação em Saúde, Sistemas de Informação para a Saúde, Informação Digital em Saúde, Serviço de Referência Virtual em Saúde, Acessibilidade em Ambientes de Saúde, entre outros. Os conteúdos abordados e as atividades propostas justificam-se na medida em que se verifica a necessidade, cada vez mais premente, de que os profissionais ligados às bibliotecas do Ministério da Saúde desenvolvam habilidades informacionais relacionadas à recuperação e extração de informações em diferentes meios e suportes, com o intuito de otimizar os processos ligados à saúde e à garantia de qualidade de vida para a população brasileira. Além disso, cabe ressaltar que os conteúdos abordados estão em sintonia com as constantes transformações pelas quais a área da Saúde tem passado, devido, especialmente, à inserção das Tecnologias de Informação e de Comunicação (TIC).

Os trabalhadores do Ministério da Saúde e profissionais que atuam nas bibliotecas que compõem a Rede BiblioSUS, que atuarão como mediadores da informação em saúde junto à comunidade, além de estarem capacitados para atuarem neste processo de mediação, precisam conhecer a comunidade, suas necessidades informacionais e o nível dos cidadãos em relação à literacia para a saúde. Ainda, ao conhecer a comunidade, o Ministério da Saúde poderá planejar e prever ações que auxiliem a população brasileira a ter acesso à informação fidedigna e de qualidade e combater a desinformação resultando em um benefício para a população brasileira, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e da promoção da saúde.

Portanto, a realização desta pesquisa que prevê revisão bibliográfica, realização de entrevista e aplicação do questionário European Health Literacy Survey (em Português), desenvolvido pelo consórcio Health Literacy Survey-EU (Espanha, Grécia, Holanda, Irlanda, Alemanha, Bulgária, Polônia e Áustria) e sua tradução e validação para o português realizada por Portugal e Brasil pelo Prof. Doutor Luis Saboga Nunes, justificam a realização desta pesquisa e a sua importância para o fortalecimento da Rede BiblioSUS, ampliando e promovendo a democratização do acesso e do uso da informação em saúde, no atendimento à comunidade em nível federal, estadual e municipal do Sistema Único de Saúde (SUS).

Coordenação do Projeto: UFRGS. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – número: CAAE 45816921.0.0000.5347- parecer 4.885.152.  Projeto Grupo de Pesquisa LEIA

Parceria Interinstitucional

Luis Saboga-Nunes (Institute for Evidence Based Medicine, Faculdade de Medicina, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal; Associate Professor, Institute of Sociology University of Education Freiburg, Germany; Professeur Affilié, UNESCO Chair and WHO Collaborating Center in Global Health & Education ) http://lattes.cnpq.br/1078736284302049